quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Tem dia que não é fácil


Tem dia que não é fácil e eu estou escrevendo isso em um dia bom (até agora) porque em um dia difícil tudo o que você quer é deitar no chão e ficar em posição fetal até tudo se acalmar. Tem gente que acha que a partir do momento em que você coloca os pés nos Estados Unidos, seus problemas acabaram e você vive uma vida perfeita. Todos os seus dias são coloridos, um verdadeiro comercial de margarina.

Talvez seja porque eu já passei por isso em outro intercâmbio, mas eu me sinto muito mais preparada dessa vez do que há quatro anos. Antes de chegar aqui eu já sabia que não seria fácil e que em algum momento eu iria me sentir triste por aqui, por mais que eu estivesse vivendo o meu sonho. 

Então, se você que está lendo isso tem o mesmo sonho que eu e quer ser au pair ou morar nos Estados Unidos, eu preciso te alertar que: não será fácil. 

Tem dia que tudo o que você vai querer é fugir andando, correndo, de jegue, de qualquer meio de transporte possível para o seu país. Tem dia que você vai se perguntar que raios você está fazendo aqui e o que será da sua vida depois que isso acabar. Pensar no futuro te dará calafrios, então você finge que está tudo bem e nem se atreve a pensar mais. 

Tem dia que você vai querer morrer. Tem dia que você vai chorar até soluçar, sem ninguém ver. Tem dia que você vai querer jogar tudo para o alto e dizer "foda-se" e desistir de tudo. Mas depois de dez segundos você desiste dessa ideia porque sabe que está tendo uma oportunidade única e que se desistisse, iria se arrepender até o último fio de cabelo.

Tem dia que tudo o que você vai querer é ficar quieta no seu canto e não falar com ninguém, mas você mora com seus chefes e não poderá fazer isso. Tem dia que você vai querer sair de casa apenas para não ouvir crianças chorando o dia todo. Quando a noite chegar, você vai se deparar vendo vídeo de suas crianças, morrendo de saudade.

Tem dia que sua família (a de verdade) vai te ligar e você vai mentir que está tudo bem e forçar um sorriso para que eles acreditem. Falando em família, muitas vezes você vai se perguntar se vale à pena deixar quem você ama tão longe de você para poder ir atrás de seus sonhos. 

Sempre digo que sou feliz 95% dos meus dias por aqui, mas tem dia que não é fácil. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário